domingo, 31 de julho de 2011

Hesap!

Hesap, quer dizer "a conta", se quiserem acrescentar "lutfen" (por favor) melhor! A apresentação em qualquer setor aqui na turquia é sempre muito importante, e na hora de pagar, os talões são colocados em caixinhas. Creio que uma das razões é para não nos esquecermos de deixar gorjeta (geralmente 10% do valor total) quando esta não está incluida automaticamente (indicada como "servis").

sábado, 30 de julho de 2011

Diz que é português...

 Foto nº1
 Foto nº2
Foto nº3
No restaurante Ponte que fica na famosa rua Istiklal, n vezes aqui referenciada, o menu tem em frente a cada prato uma bandeira para indicar de onde provem o prato. Tirei foto a todos os pratos que são assinalados como sendo oriundos de portugal. Tenho as minhas dúvidas sobre essa mesma origem. Este restaurante tem uma vista espectacular sobre o Bósforo e é uma muito boa alternativa ao restaurante 360 na mesma rua, mais tranquilo e sem bar/discoteca.
Na 1ª foto trata-se de um soufle frio de laranja, penso que o que os faz acreditar que seja português é porque em turco laranja, diz-se "portakal", palavra que deriva de "portekiz" que significa portugal. Daí a assimilação. Na foto 2 trata-se de salmão fumado e de espargos, ora que eu saiba os portugueses gostam é de salmão fresco e quanto aos espargos ao preço que são vendidos, há muita gente que nunca os provou e raramente tenho visto estes saborosos legumes fazerem parte de uma ementa lusa. Finalmente chegamos à foto 3, este prato já diz um pouco mai respeito a portugal porque se trata de calamares e de camarões. Todavia não vale a pena dizer que não escolhi nenhum destes pratos pois arriscar-me-ia a ficar dececionada com esta nova cozinha portuguesa. Petiscos tugas só em Portugal mesmo!! E o único chef turco habilitado a cozinhar comida portuguesa é o nosso amigo Chef Fikret do hotel Mariott.

sexta-feira, 29 de julho de 2011

O blogue

Como já referi aqui a minha primeira intenção ao criar este blogue foi poder mostrar com textos e imagens o que ia fazendo, visitando, comendo aos meus amigos e familiares tal como há muitos outros blogues de portugueses na mesma situação do que eu. Depois disso foi também uma forma de poder mostrar o que é relamente a vida aqui na turquia e não apenas o que se pensa por ser um país muçulmano ou o que se vê quando se vem em turismo por uns dias. A perceção é completamente diferente.
Neste momento de despedidas, fica uma certeza, Istambul foi, é e será a nossa cidade de referência, de lembrança, de construção, de maturidade e de esperança, uma cidade para voltar a ver, cheirar, provar. E este blogue continuará onde quer que eu esteja porque ainda há muito que contar sobre a antiga bizância e sobre novas aventuras...

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Ramadão

Decoração alusiva ao ramadão no shopping Metro City

Segunda-feira começa o ramadão, tempo para os muçulmanos fazerem jejum desde o nascer até ao pôr do sol. Não vai ser nada fácil com as temperaturas que temos sentido nestes últimos dias, muita força e muita fé para quem o fizer. Também é proibido ir à piscina e banhar-se pois os lábios teem contacto com a água e logo quebrar-se-á o acto de jejuar. Acaba no dia 29 de agosto e depois disso há o seker bayram, ou seja o feriado do açúcar, em que são vários dias em que se come e bebe. Até là há que ter muita força de vontade e esperar cada dia do ramadão pelo iftar, refeição da noite, quando já é possível comer. Em sultanahmet, bairro turístico por excelência já estão a montar as barraquinhas dos comes e bebes onde à noite se reunem milhares de pessoas para festejar o iftar!

terça-feira, 26 de julho de 2011

Os meus vizinhos são melhores do que os vossos!

 A estrela cá do sítio!
Os manos da estrela!

Quem pode imaginar que numa cidade de mais de 15 milhões de habitantes estes sejam os meus vizinhos?? Sempre tive um grande apreço por "bambis" pois foi o primeiro filme que vi no cinema, achei amoroso este "bambi" ter um colar de contas. Vivem aqui mesmo ao lado do nosso condomínio, num jardim que faz parte dum complexo de escritórios e num outro jardim os habitantes são coelhos. Aqui em Istambul não há jardins zoológicos, não se sabe bem porquê, o único que existe situa-se na floresta de Belgrade à saída de Istambul mas pertence à uma universidade. Existe no entanto aquários, e o maior da europa abriu há pouquíssimo tempo, talvez ainda dâ para o visitarmos?!

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Grand Bazar


Maior centro comercial do mundo, o Grand Bazar é um dos ex-libris de Istambul, lugar que nimguém quer falhar mas para quem viajar para cá deve inteirar-se dos dias em que fecha, isto é, aos domingos e nos bayram, nos feriados religiosos. Há algum tempo que não vinha ao Grand Bazar e no fim de semana fomos lá matar as saudades e dizer "até à próxima". Caverna de Ali Baba, enganam-se aqueles que teem na mente alguma semelhanças com os souks dos países do magrheb. O Grand Bazar, é limpo, arrumado, asseado e os vendedores não são sanguessugas. Respeitam os turistas, deve-se sim regatear mas não se deve tentar rebaixar o trabalho dos vendeores ao propor preços derisórios, o turco é orgulhoso e deixá-lo-á seguir o seu caminho em vez de vender a qualquer preço. O Grand Bazar está dividido em várias areas, e é muito normal perdemo-nos um pouco daí a importância de fixar na mente, ou por foto o número da porta pela qual se entra. Última advertência: não queiram comprar tudo o que se là encontra, pois terá muita oportunidade de ver os mesmos artigos noutros lugares a preços, muitas vezes, mais convidativos.

domingo, 24 de julho de 2011

Mudar

Quando já não estamos com vontade de comer pides, kebaps, doner, uma das nossas alternativas é o sushi. Há sempre coisas novas a experimentar e este prato da foto dá à vontade para duas pessoas. Um dia quem sabe aventurar-me-ei a cozinhar essas delícias japonesas...

sábado, 23 de julho de 2011

Restaurante Hamdi

 Mezze nº1: picante!
 Mezze nº2: azeitonas com nozes.
Mezze nº3: um dos nosso preferidos, humus (puré de grão).

O restaurante Hamdi é o restaurante que qualquer turista quer ir porque este resturante está presente em todos os guias e é muitas vezes aconselhado pelos rececionistas de hoteis e fica ao lado do bazar das especiarias/egípcio, ou seja de fácil acesso para os turistas porque em regra geral ficam hospedados na zona histórica. E nós fomos experimentar o tão afamado Hamdi, trata-se de cozinha típica turca, é sempre conveniente reservar especialmente à hora do jantar se se quiser ficar no terraço com vista sobre o mar. Nós íamos um pouco com um pé atrás por causa de se tratar de um lugar turístico mas a verdade é que os pratos estavam muito saborosos. Primeiro os famosos mezzes, vem sempre uma bandeja enorme à mesa e só temos de escolher os mezzes que queremos, depois o prato principal, muitos deles conhecidos e finalmente um sobremesa turca que nos encanta. Definitivamente a reputação do restaurante não falhou e parece-me que será um dos lugares ideias para os turistas visitarem e provarem a excelente comida turca. Para nós é mais um a acrescentar à lista, e ir à descoberta de outros...
 Kebap nº1
 Kebap nº2
 Isto não é kebap mas é de borrego.
Kunefe: sobremesa dividida a três!

Aqui ficam os contatos: Tahmis Caddesi Kalçin Sokak Eminonu - Istanbul (ponto de referência o bazar egípcio, fica do lado direito estando de costas para a ponte de gálata. edífico alto) Tel: 00 90 212 528 03 90/ 00 90 212 512 54 24/ 00 90 212 526 12 42 (falam inglês) mas podem sempre pedir à receção do vosso hotel para fazer reserva. http://www.hamdirestorant.com.tr/

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Melancia e melões.

Adoro melancia, para mim é a fruta ideal no verão por causa do sabor, porque sacia e por ser amiga de uma dieta equilibrada. Lembro-me de em portugal haver bancas de vendedores de melancias e melões à beira da estrada, aqui temos umas carrinhas de melancias e melões estacionadas em lugares estratégicos. Essas frutas veem da zona sul do país (por exemplo de Diyarbakir, cidade cujo símbolo é uma melancia) e são muito mais saborosas do que as que encontramos no supermercado mas a única desvantagem é que as melancias vendidas nas carrinhas teem no mínimo 5 kilos e os vendedores não querem vender metades uma vez que as famílias turcas são sempre numerosas.
Digam là se a apresentação não é cuidada??

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Combustível

Os preços dos combustíveis estão sempre a aumentar tanto em Portugal como aqui na Turquia. Na semana passada ao irmos abastecer, estava à nossa frente um audi a abastecer gasóleo a 3.99TL, ou seja quase a 2€ o litro. Sinceramente, não sei como os turcos conseguem andar de carro, visto que os ordenados mínimos são ainda mais baixos do que em Portugal. Daí tirámos uma foto ao preçário dos combustíveis: gasolina 95 a 4.33TL e a gasolina 98 a 4.50TL, o gasóleo varia entre os 3.66TL e os 3.99TL.
Até onde irá a escalada dos preços??

quarta-feira, 20 de julho de 2011

D - 15!

Rua Istiklal

Faltam 15 dias para dizermos adeus a Istambul, aliás "adeus" não até "à próxima" porque gostamos da cidade, gostamos das suas gentes, gostamos do Bósforo, gostamos da comida, gostamos da sua diversidade...O futuro parece uma incógnita especialmente o destino, a ver vamos.

terça-feira, 19 de julho de 2011

Finalmente

Já começaram os saldos por aqui. É de aproveitar já que o euro está forte em relação à lira turca. Cada euro está a valer cerca de 2,30TL.

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Made in Portugal

Pode soar a tonto mas gosto muitos de ir à Zara ou à Mango aqui na turquia e ver que alguns artigos são made in portugal, especialmente as novas sabrinas da Mango todas de pele e de boa qualidade, só nºao sei se são mais baratas aí no nosso país. São estas pequenas tolices que me fazem sentir ainda mais orgulho de Portugal!!

Calor

Hoje a temperatura vai estar nos 33º nada que não se suporte com um ar condicionado, mas na rua o leque é um aliado precioso. O que mais aprecio nestas temperaturas aqui na turquia é que à noite a temperatura continua a rondar os 28º e assim não precisamos de recorrer aos casacos de malha como aconteceu no último fim de semana em portugal. Aqui não sofremos de disparidade de temperaturas entre o dia e a noite.

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Efes One Love Festival

 As pulseiras de acesso ao recinto do festival Efes One Love.
 A fila para os bilhetes. Chegámos mesmo no ínicio desta longa fila mas rápida.
Quase a chegar, bilhete na mão, pulseira no pulso mas falta ainda o controle de metais.

O festival durou dois dias, mas apenas fomos ao domingo para assistir ao concerto dos Cake, que começava perto das 18 horas e este ano comprámos bilhete, custou 62TL. Não sei quais são os preços praticados nos festivais em portugal. Gosto do ambiente, de música mas o que detesto são as casas de banho o que faz com que não beba nada para não ter de ir (fico  ponto de vomitar!). Este fim de semana há mais concertos, tal como em portugal aqui estamos em épocas de festivais.

quarta-feira, 13 de julho de 2011

TK

À espera que chegue a nossa mala que ficou retida sabe-se là onde...já vai fazer 24 horas!! Viajámos tantas vezes pela Turkish Airlines e nesta penúltima viagem temos essa surpresa!!
Adenda: Chegou por volta das 18 horas e não falta nada, menos mal.

terça-feira, 5 de julho de 2011

Curiosidades


Curiosidades ao fazer compras no hipermercado ao passar pela secção de textil, eis que o manequim tem vestido uma t-shirt a dizer portugal. Ficamos curiosos por ver essa publicidade ao nosso país, resta saber se os turcos perceberam o significado, visto que portugal diz-se "portekiz" e laranja diz-se "portakal" e não me parece que consigam associar as cores à nossa bandeira se bem que com tantos jogadores portugueses na equipa do besiktas já seria hora até de saberem o nosso hino nacional.
Quanto à segunda foto, foi tirada na secção das frutas e legumes e diz na placa que estas frutas lindas amarelas chamam-se "pepino". Ora pepino em turco diz-se "salatalik" e é verde, sob o comprido, consumido ao pequeno-almoço pelos turco e em saladas portanto igual aos nossos pepinos. Em relação a este "pepino" tive de fazer alguma pesquisa na internet uma vez que nenhum turco me soube dizer o que era ou o sabor que tinha. A fruta chamada pepino (solanum muricatum, em latim) é de tamanho um pouco oval, e de cor amarela e da família das beringelas, contém vitamina C e beta-caroteno. Esta fruta pepino não suporta grandes viagens e por isso acredito que seja cultivada aqui na turquia (eles consomem quase tudo nacional) e eu já fui comprar para provar.
É por causa destas descobertas ou curiosidades que ando sempre com a máquina fotográfica na mala!!

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Falta menos de um mês!

E neste entretanto, uma viagem até portugal, já depois de amanhã!!

Táxi

Será que daqui a pouco vamos ver deambular pelas ruas de istambul, táxis de duas rodas? É que andar de táxi normal, diga-se de carro, é por si só uma aventura agora de mota, vai ser bem perigoso. Resta saber se o capacete estará incluido!! Eu cá não arriscava.

Atenas III

Os indignados de Atenas, acampamento de gregos na praça Syndagma frente ao Parlamento, parce uma minicidade. Durante à noite é muito calmo, a azáfama ocorre mais à noite (acredito que seja por causa das temperaturas), tal como aconteceu no metro em que manifestantes impediam as pessoas de comprar os bilhetes para o metro. Há reuniões, comícios, discussões e muitos polícias. Este acampamento é também o lugar preferido pelos vendedores africanos de malas falsificadas. E mais um ponto turístico para os turistas que veem ver o que andam a fazer os gregos nas tendas!

sábado, 2 de julho de 2011

Sobre o casamento

 A medalha de ouro que oferecemos.
 Vista geral com fogo de artifício à chegada dos noivos.
Os noivos a tirar foto com uma convidada, pode-se ver as fitas de cetim já com moedas de ouro e notas.

Eu já ia mentalmente preparada de que os casamentos turcos são diferentes dos nossos, especialmente no que diz respeito à duração. O casamento de ontem começava às 20h00, e teve lugar num clube desportivo junto à pisicna, onde existia mais de 30 mesas decoradas e com os convidados sentados à espera dos noivos. Os noivos chegaram ao mesmo tempo a cantar para se dirigir ao altar, o altar é uma mesa reservada aos noivos, dançaram uma música e depois disso foi a cerimónia de casamento que durou menos de cinco minutos e em que nós, os convidados, apenas ouvimos o Evet (sim) deles. Depois disso aplaudimos e há danças, mas pouca gente foi dançar porque ao mesmo tempo serviram-nos a refeição. Quanto à refeição já me tinham avisado de que não se pode comparar aos casórios portugueses E neste caso, como foi um casamento um pouco mais conservador, não havia alcool, quer dizer haver até poderia haver mas tínhamos de pagar nós. Pois bem, a comida resumiu-se a uma salada composta e um prato com arroz, batata frita, e uma perninha de frango. Nada mais!! Pois bem o pior estava por acontecer, porque umas nuvens bem negras começaram a ameaçar chuva e de repente uma trovoada caiu-nos em cima, a festa era ao ar livre, e acabou com a festa. Fomos abrigar-nos para o interior, e rapidamente se organizou a entrega das medalhas de ouro ou dinheiro aos noivos e a consequente foto com os noivos. Ambos os noivos teem ao pescoço uma fita de cetim, onde os convidados pregam as medalhas ou as notas com alfinetes. A nossa medalha já vinha preparada com um alfinete. Depois das fotos, os noivos saíram da sala, talvez para fazer contas às moedas recebidas (não são baratas!) e nós fomos embora sem ter provado sequer o bolo dos noivos. Estivemos lá apenas duas horas. Em relação ao vestido ia um pouco com receio de não estar vestida de forma adequada mas depois de chegar lá, apercebi-me de que tudo é válido num casamento. Todos os estilos estavam presentes, lenço a tapar o cabelo, vestidos compridos, vestidos ultra-curto e até calça de ganga. A experiência foi no entanto interessante, penso que aqui não dão tanta importância a detalhes como nós ou simplesmente essa é a tradição. O casamento é uma festa mas é apenas uma formalidade pela qual todos os casais devem passar e se calcularmos a população de Istambul e a quantidade de casais que se casam por semana, aí podemos mais facilmente entender a rapidez com que estes são feitos. Hábitos, tradições que devemos respeitar mas acredito que as noivas turcas iriam adorar os nossos casamentos e eu estava à espera de ver mais magia!!

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Casamento

Loja tradicional de noivas, existem bairros só com lojas de noivas!

Hoje ao final da tarde, vamos a um casamento turco, para mim será uma estreia e estou curiosa para saber como se passam, mas pelos comentários de amigos que já assistiram não teem nada a ver com os nossos. Os vestidos sim, são iguais, um pouco mais de renda ou um pouco mais de pérolas, mas basicamente se eu me casasse poderia comprar o meu vestido cá!! Os vestidos podem ser diferentes quando as noivas são tapadas, ou sejam usam lenço. Também penso que os vestidos podem ser mas baratos do que em Portugal porque todos os jovens que querem vir a viver juntos, devem casar-se primeiro mesmo que venham a divorciar-se depois. Aqui não se juntam, ou casam ou casam!! Inclusive, alguns meninos são pressionados pelas famílias das meninas a casar quando o namoro já tem dois anos. Daí que não entendem como é que um casal europeu que anda há mais do que dois anos não tenha ainda data de casamento.
A melhor prenda e a mais adequada para oferecer na turquia são moedas de ouro, valor seguro e muito mais útil para os noivos. Depois mostro a moeda que comprámos e fotos do casamento alla turca.